Hoje eu acordei e sem pensar muito dei play no filme Por Lugares Incríveis. Há alguns anos atrás eu comecei a ler esse livro, mas conforme a narrativa foi avançando e a época que eu estava vivendo acabei abandonando.
Eis minha surpresa ao descobrir a beleza e melancolia desse filme, num domingo de manhã. 



Não estou aqui para fazer um crítica técnica desse filme, mas sim influência-los a dar uma chance para o filme e se possível para o livro, uma vez que eles possuem diferenças, e te incentivar a se emocionar como eu me emocionei.


"A protagonista da trama é Violet Markey (Elle Fanning), uma adolescente de 17 anos que sofre com o luto pela morte da irmã mais velha após um acidente. Afastada dos amigos, ela sobe no parapeito da ponte onde ocorreu a tragédia com pensamentos suicidas. É nesse momento que aparece Theodore Fitch (Justice Smith), um colega da escola que a ajuda a desistir do ato. A partir daí, o garoto tenta uma aproximação e, após serem unidos por um trabalho escolar, tentam redescobrir juntos os bons momentos da vida."



Confesso que pelo tom da trama eu já esperava um final traumático, mas ainda sim não deixou de me emocionar. 

A moral da história para mim é que muitas pessoas estão por aí vivendo cheias de problemas, perdendo a cada dia suas forças, lutando contra seus monstros, sem pedir ajuda. E todos precisam de ajuda, alguns mais que outros, mas todos precisam desabafar, procurar algo que faça bem, que faça sentido, que torne a vida mais leve pelo menos em alguns momentos. 
E quando se trata de adolescentes o problemas é ainda maior pois nessa fase há o distanciamento da família, as descobertas da idade, formação da identidade e superação de bullying, então é preciso sim que tramas como essa retratem as angústias vivenciadas nessa fase, ampliadas por problemas como violência doméstica, luto, bulimia e problemas psicológicos diagnosticados.




É importante ser responsável, buscar auxilio, entender que a ficção serve para alertar, não influenciar atos. Uma vez que o que deveria ser entretenimento vira gatilho, eu recomendo NÃO ASSISTA! 
Tudo na vida é passageiro, somos breves viajantes passando Por Lugares Incríveis que merecem ser apreciados, compartilhados e recomendados.

Se você nãos e sente bem busque ajuda, alguém com quem conversar. Ou leia um livro, ou veja um filme!
Recomendo tanto a obra literária quanto a adaptação, mas não assista tristinho! 💋

Resultado de imagem para por lugares incriveis