Olá, pessoal! Vamos de Resenha? O/

Androides Sonham Com Ovelhas Elétricas?



Androides Sonham Com Ovelhas Elétricas?
Autor: Philip K. Dick
ISBN-13: 9788576571605
Ano: 2014
Páginas: 272
Idioma: português 
Editora: Aleph
Sinopse:

Rick Deckard é um caçador de recompensas. Ao contrário da maioria da população que sobreviveu à guerra atômica, não emigrou para as colônias interplanetárias após a devastação da Terra, permanecendo numa San Francisco decadente e coberta pela poeira radioativa que dizimou inúmeras espécies de animais e plantas. Na tentativa de trazer algum alento e sentido à sua existência, Deckard busca melhorar seu padrão de vida até que finalmente consiga substituir sua ovelha de estimação elétrica por um animal verdadeiro - um sonho de consumo que vai além de sua condição financeira. Um novo trabalho parece ser o ponto de virada para Rick: perseguir seis androides fugitivos e aposentá-los. Mas suas convicções podem mudar quando percebe que a linha que separa o real do fabricado não é mais tão nítida como ele acreditava. Em 'Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?' Philip K. Dick cria uma atmosfera sombria e perturbadora para contar uma história impressionante, e, claro, abordar questões filosóficas profundas sobre a natureza da vida, da religião, da tecnologia e da própria condição humana.
Em Androides sonham com Ovelhas Elétricas, Philip K Dick propõe ótimas reflexões ao leitor que mesmo décadas após o lançamento do título continuam presentes em nossa sociedade.

A história lançada nos anos 60 traz em seu enredo o contexto histórico no qual foi escrito, Guerra Fria, no mundo criado por K.Dick após a Guerra Mundial terminus o Mundo como o conhecemos já não existe, a maioria da população migrou para outros planetas. Restando na terra somente poucas pessoas, que são divididas em Normais e Especiais, a população vive em meio a uma poeira radioativa que afeta gravemente a população, dentre eles está a extinção de muitos animais das mais variadas espécies.

Essa história riquíssima em detalhes, desde a construção da sociedade até as cenas e diálogos, é narrada em terceira pessoa, acompanhamos então paralelamente os personagens Rick Deckard, que é um caçador de recompensas, infeliz em seu casamento e que deseja apenas se enquadrar nos padrões sociais e agradar seus vizinhos. E J. R. Isidore, um especial, que por conta de seu QI abaixo da média vive sozinho sem muito contato com outras pessoas a não ser em seu trabalho, que é dos mais simples possíveis.


 Androides sonham com Ovelhas Elétricas é um enredo riquíssimo no qual há duas histórias paralelas, dos dois personagens mencionados acima. E como se não bastasse, a critica à sociedade da história é forte, nesse mundo como a maioria dos animais foram extintos, todos devem ter pelo menos um animal do qual tomam conta, e os que não possuem dinheiro para comprar e ter um animal de verdade, compram um animal androide, falso, única e exclusivamente para impressionar os vizinhos. Ou seja, o autor traz questões como, o que nos torna humanos, os subterfúgios que as pessoas utilizam para escapar do dia a dia, dentre outras coisas.

“Empatia, evidentemente, existia apenas na comunidade humana, ao passo que inteligência em qualquer grau poderia ser encontrada em todo filo ou ordem biológica, incluindo os aracnídeos.”
Isso é só o start inicial da história que vai explodir sua mente, confesso que esse foi meu primeiro contato com ficção científica desse peso e com o autor, e devo admitir, não poderia ter começado melhor, já quero ler todos os outros livros do autor, inclusive Minority Report que originou o filme com Tom Cruise, também é de K. Dick.

Se você gosta de um bom romance policial com pegada Sci-Fi, esse livro é muito recomendado para você. Sem contar que a diagramação e revisão da editora Aleph estão impecáveis!

XoXo!